sexta-feira, 11 de junho de 2010

Amor e Relacionamento

Qualquer um é capaz de afirmar: "- Eu sei o que é amor!" .

Na verdade cada qual tem sua visão sobre ele. Uns partilham de algumas poucas semelhanças, outros muitas, porem todos se diferem. Isso se da pela forma subjetiva de expressão de tal sentimento e aos diversos equívocos relacionados a outros sentimentos.

B
om, eu e essa minha mania de pensar..

Com uns 16 anos, saber como as coisas funcionavam na minha cabeça era uma fixação. Tinha necessidade de entender cada coisa que eu pensava, fazia e sentia, e o porquê daquilo tudo, bla bla bla... (ta, eu sou doente! nunca neguei) A questão é que de lá pra cá eu fiz teoria com tudo que eu consegui. Elas estão em constante reforma, porem a menos mutável, e a que eu mais tenho orgulho, foi a teoria sobre Amor e relacionamento.

É um teorema simples: Amor e relacionamento são coisas completamente distintas.

As pessoas confundem muito esses dois, acham que amam, quando na verdade respeitam, acreditam ter achado amor verdadeiro, quando se está perdidamente apaixonado e toda vez que eu disse: "o amor que você sente pelo seu namorado é o mesmo que sente pela sua mãe." fazem uma cara bem estranha achando que eu tenho complexo de Édipo. haiuhuiahahai
Não se tem ao certo a origem do significado do amor, mas sabe-se que muitos filósofos se aprofundaram na questão. A confusão começa com os múltiplos significados dados ao longo do tempo. Amor de mãe, amor fraterno, amor de namorado, amor platônico...
mas pra entender o que eu estou querendo dizer quero que esqueça todo conceito que você tem sobre amor.

Agora, pense no amor como um sentimento único, imutável e infinito. Esqueça as decepções e desapontamentos. Pense nele como um sentimento além da atração, afeição ou proximidade. Além da confiança e reciprocidade. É um sentimento que apenas une e completa, faz você sentir como se fizesse parte, como se fosse a mesma pessoa, traz um zelo não por interesses, mas o mesmo zelo que tens consigo mesmo. Singular, constante e inabalável. Esse sentimento é que sentes por alguns de seus parentes, namorado(a), amigos, alguns objetos, é o tão falado amor verdadeiro, destituído de preceitos. Você pode ter esse sentimento por qualquer coisa ou pessoa pertencente a toda existência.

Então o que diferencia que você sente pela sua mãe e sua(eu) namorada(o)?!

São as infinitas outras emoções e sentimentos que os envolvem. Pela sua mãe , por exemplo, existe o zelo por quem te trouxe ao mundo, pela namorada tem a atração física e sexual. O sentimento de amor que você tem pelas duas é o mesmo, porem o relacionamento que tem com cada uma difere e muito.

Existe os sentimentos básicos que você define para estabelecer relações, como a confiança, e as condutas que devem ser seguidas, cada uma de acordo a um tipo de relação, como a fidelidade, o companheirismo, a reciprocidade e por ai vai. Esses sentimentos e condutas referem-se ao relacionamento, não ao amor.

Nisso é possível enxergar a brutal diferença entre amor e relacionamento. O amor em si não exige nenhum relacionamento, assim como um relacionamento não exige amor. Na história de um casal o amor é o que faz sentirem um zelo pelo outro tal como consigo mesmo, e esse sentimento não acaba quando a paixão se vai, ou quando uma má conduta, como a infidelidade, acaba com o relacionamento. É possível amar mesmo tendo raiva e mágoas de alguém. O que acabou não foi o amor.

Se todo mundo enxergasse as coisas dessa forma os relacionamentos teriam uma complicação a menos, eu teria menos medo de dizer eu te amo sem ser mal interpretado e as pessoas saberiam avaliar melhor suas relações. A maior confusão que fazem no amor é o confundir com a paixão. Mas se eu for escrever sobre isso vai render um livro. Já falei de mais! Isso interessa a todo mundo, mas é chato ^^
pensem.

rbjs ∴